Costa Web Novel: Décimo Quarto Capítulo Part. 3 - M.A.D

19.8.14

Décimo Quarto Capítulo Part. 3 - M.A.D

Image and video hosting by TinyPic


- Mia?
- Tiago? - Questionou num tom de gozo, virando-se para poder encara-lo.
- Tu és mesmo minha?
Mia pode notar o nervosismo na sua voz e no seu olhar. Aquilo também não parecia real para ela. Mas não havia mais nenhuma razão para não ver aquilo que sempre esteve diante a ela, diante deles. Apesar de não se arrepender de momento nenhum que teve com Diego, sabia que todos os amo-te's que disse-lhe não eram tão puros, tão sinceros, tão verdadeiros, como aquele que ansiava em dizer para Tiago. Mesmo com todos os seus problemas, com os seus defeitos intoleráveis e vergonhosos, tinha sido sempre ele o mais certo para ela.
- Tiago, nunca fui de mais ninguém! - Disse com os seus olhos castanhos presos nos dele da mesma cor.
Ao contrário dela, ele não tinha um sorriso idiota nos lábios, seus olhos pulavam de alegria pelas palavras citadas de sua pequena, palavras que inconscientemente eles sempre souberam ser verdade, até mesmo Diego sabia.
Tiago sem remover os seus olhos do dela acariciou o rosto moreno mais uma vez, tocando de seguida nos seus cabelos castanhos ainda tingido nas pontas, desfazendo o rabo-de-cavalo.
A cabeleira cheia e comprida espalhou-se, fazendo Mia franzir a sobrancelha, Tiago sempre fora contra a ela estar com o cabelo preso, e isso irritava-a por que ela adorava, mas seu gesto fez-lhe dar um sorriso pequeno, deixando seus olhos ainda mais brilhantes. Dizendo "amo-te" mais uma vez.
Não precisava de palavras bonitas e românticas que ele poderia citar para ela, Tiago não era assim. Mas no entanto ele dizia tudo que ela queria e precisava ouvir olhando para ela daquela maneira.
- Eu também te amo - disse Mia alargando mais o sorriso de Tiago.
Os lábios carnudos dele tocaram nos dela, provocando-lhe borboletas imaginárias na barriga. Mia sorriu notando as saudades que tinha daqueles lábios, que na sua vida apenas tinha tocado duas vezes.
Tiago aprofundou o beijo assim que ela sorriu, puxando o corpo pequeno da morena para ele, fazendo-a encaixar perfeitamente nele. O ar apesar de ausente não era capaz de separa-lo dela. Deixava as suas línguas dançarem ao ritmo de seus corações.
As mãos pequenas dela desarrumavam seus cabelos bem cortados, enquanto suas mãos acariciavam as costas dela.
Como ele queria tanto aquilo. Como ele queria tanto ela. E ele agora tinha, e faria de tudo para não perder.
- Mia! - Chamou com sua voz rouca e aguda - Tiago?
Os dois pularam com o susto e encararam a velha mulher diante a eles, ambos com as maçãs do rosto ruborizadas e vontade imensa de desaparecerem.
- Vó Belinda - Mia disse coçando a cabeça.

___________________________________
Fim?
Quê isso meninas? Ainda há muito aí por vir.
Beijos

5 comentários:

  1. hahahahaha, avos... sempre nos momentos certos, kkkkk

    ResponderEliminar
  2. Tinha que aparecer alguém para "destruir" isso!
    Postem logo.

    Bjs :)

    ResponderEliminar
  3. Olha quem voltou a comentar.
    Eri q fanfic perfeita <3
    Posta logo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :) Fazemos com muito amor para vocês!

      Eliminar